Tungíase

Tungíase

Publicado em 29 de abril de 2015

Atlas de Imagens 

A tungíase ou popularmente conhecida como “bicho de pé” é uma doença infestante da pele causada pela fêmea da Tunga penetrans, um tipo de pulga de cerca de 1mm de comprimento.


Epidemiologia: Normalmente a contaminação ocorre em solos secos, quentes  e arenosos, pelo contato direto da pele com o local contaminado. É muito encontrada também em ambientes rurais e chiqueiros de porcos.


Etiopatogenia: A fêmea grávida da Tunga penetrans, após inoculação na pele, inicia produção de ovos, que serão posteriormente liberados no solo. Esse período dura cerca de 2 a 4 semanas, coincidindo a liberação dos ovos com a morte da fêmea.  Reinfestação é frequente.


Quadro clínico: Caracteriza-se por pápula amarelada  com ponto negro central usualmente bastante  pruriginosa  e  que pode evoluir com reação inflamatória ou infecção secundária. Normalmente a região plantar e a área periungueal  dos pés são os locais mais acometidos, principalmente em pessoas que tem o hábito de andarem descalças.


Tratamento: O tratamento consiste na completa remoção do “bicho de pé”, que pode ser feita por enucleação, excisão ou eletrocoagulação. A  ivermectina oral e o tiabendazol podem ser usados em alguns casos, e deve-se ficar atento para vacinação antitetânica. A prevenção deve ser feita pelo uso de calçados em áreas de risco.

Pesquisar