Primeiros pacientes do Estado do Rio de Janeiro tratados com a enzima recombinante Agalsidase Beta (Fabrazime) / Fabryïs disease: First patients of the state of fio treated with agalsidase beta

Primeiros pacientes do Estado do Rio de Janeiro tratados com a enzima recombinante Agalsidase Beta (Fabrazime) / Fabryïs disease: First patients of the state of fio treated with agalsidase beta

Objetivo: Apresentar os dois primeiros casos da Doença de Fabry do Rio de Janeiro, tratados com a Agalsidase Beta (Alfa Gal Humana Recombinante-Fabrazime).

Local: Clínica Santa Helena (Hospital Auxiliar de Ensino da Faculdade de Medicina de Campos).

Resultados: Pacientes com Doença de Fabry iniciaram tratamento com a enzima recombinanate (Agalsidase Beta), e apresentaram reversão de alguns sintomas após seis meses.

Conclusão: O uso da Agalsidase Beta parece promissor na reversão de alguns sintomas (dor e parestesia dos membros inferiores) da doença de Fabry.(AU)

Azevedo, Demócrito Jonathas; D’Almeida, Luis Octávio; Silveira, Ricardo Azevedo da; Sachs, Karen; Alexandrino, Marcelo.

Rev. bras. oftalmol;63(4):259-263, abr. 2004. ilus.

Publicado por Dr. Emmanuel França 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar