Nevo de Spitz

Nevo de Spitz

Atlas de Imagens

É um tumor benigno que ocorre principalmente na face de crianças que deve ser diferenciado histologicamente do melanoma maligno. É uma variante de um nevo melanocítico composto que histologicamente mostra 2 tipos de células: fusiformes e epitelióides. Os vasos dérmicos são usualmente dilatados, o estroma mostra edema e infiltrado de linfócitos. A melanina está quase ou completamente ausente. Figuras de mitose podem ser vistas, mas não atipias.

A lesão usual é uma pápula ou pequeno nódulo menor que 1cm de diâmetro, levemente rosado ou marrom, que pode mostrar-se negro. Geralmente é solitário e ocorre mais em face e extremidades, muitas vezes sendo diagnosticado como um granuloma piogênico.

O nevo de Spitz pode surgir “de novo” ou em associação com um nevo melanocítico já existente. Em cerca de 60% dos casos de nevo de Spitz se encontram os corpos de Kamino no interior da epiderme, semelhantes a corpos colóides, que são PAS positivos. Este fenômeno só ocorre no melanoma maligno em 2% dos casos. O tratamento de eleição é a excisão total. O nevo de Reed e o nevo desmoplástico são considerados variantes do nevo de Spitz.

Artigos relacionados

Spitz nevus and Reed nevus: simulating melanoma in adults.

Desmoplastic nevus: An entity distinct from spitz nevus and blue nevus.

Melanocytic nevi with Spitz differentiation: diagnosis and management.

An unusual presentation of spitz lesion on an adolescent’s foot.

Spitz nevus: a case report and the use of dermoscopy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar