Lentigo

Lentigo

Atlas de Imagens

É uma mancha acastanhada, cincunscrita, de bordas regulares ou não, composta por proliferação localizada de melanócitos epidérmicos. Compreende 3 tipos básicos: lentigo simples, lentigo solar e lentigo maligno.

O lentigo simples é observado em qualquer parte do corpo ou mucosas, sem predileção por áreas expostas ao sol, sendo congênito ou adquirido. Surge na infância mas pode aparecer em qualquer idade. Clinicamente, o lentigo simples é indistinguível do nevo juncional.

O lentigo solar é representado por lesões isoladas ou múltiplas, desencadeadas pela exposição a fontes naturais ou artificiais de raios ultravioletas, portanto surgem em áreas expostas do corpo. Está presente em 90% de brancos acima de 60 anos e ocorre em 50% dos indivíduos submetidos a 5,7 anos de tratamento com PUVA.

O lentigo maligno é uma mácula larga, desordenadamente pigmentada, que surge na pele danificada pelo sol, usualmente de pessoas idosas, consistindo de uma proliferação esparsa de variáveis melanócitos atípicos em uma epiderme atrófica. É a única variedade de displasia melanocítica intraepidérmica que é capaz de evoluir para um melanoma in situ e invasivo.

Existem formas especiais de lentigos, que são: lentiginose centrofacial, síndrome de lentigos múltiplos(LEOPARD) e a síndrome de Peutz-Jeghers.

A síndrome de Peutz-Jeghers é um transtorno autossômico dominante caracterizado por pigmentação mucocutânea e pólipos intestinais. Ocorrem manchas marrons ou pretas, semelhantes ao lentigo, em região perioral, mucosa oral, vermelho dos lábios, nariz, dorso e ventre das mãos e pés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar