Erupção Liquenóide por Drogas

Erupção Liquenóide por Drogas

Publicado em 7 de maio de 2015

Atlas de Imagens

Erupção cutânea semelhante ao líquen plano induzida pelo uso de drogas. Os sais de ouro são os principais medicamentos envolvidos. Outras drogas já comprovadamente envolvidas neste tipo de reação são os beta-bloqueadores, tetraciclinas, carbonato de lítio, quininas, diuréticos tiazídicos, metildopa, isoniazida, clorpropamida, naproxen, iodetos, antimoniais, dentre outras.

As manifestações clínicas surgem geralmente após meses do uso das drogas e as lesões são disseminadas e lembram o líquen plano agudo. Tendem a ser mais psoriasiformes e a atrofia das glândulas sudoríparas causa anidrose nas áreas envolvidas.

O envolvimento oral é raro.
Histologicamente, pode ser indistinguível do líquen plano idiopático mas pode apresentar um maior infiltrado de eosinófilos e neutrófilos, com corpos citóides mais altos nas camadas ceratinizadas e epidermotropismo linfóide simulando a micose fungóide.

O tratamento é o mesmo do líquen plano idiopático com medidas sintomáticas e a retirada da droga responsável.

Pesquisar