Eritema Marginado

Eritema Marginado

O eritema marginado é uma manifestação aguda da febre reumática e é um dos critérios maiores de Jones para o diagnóstico.  É considerado um dos eritemas figurados. Os eritemas figurados representam um grupo de condições distintas com diferentes causas subjacentes e apresentações clínicas. Incluem eritema anular centrifugum, eritema gyratum repens, eritema marginado, eritema migratório e eritema migratório necrolítico, que são pistas importantes para doenças subjacentes.

Epidemiologia. O eritema marginado ocorre em menos de 10% dos casos de febre reumática, sendo difícil a sua detecção em pessoas de pele escura.

Manifestações clínicas. As placas eritematosas, migratórias, policíclicas e não pruriginosas normalmente migram em minutos ou horas. Elas se localizam principalmente no tronco, abdome e face interna de membros superiores e inferiores, poupando a face. A borda externa da lesão é fina, já a interna é difusa. As lesões típicas têm centro pálido, pode ser reproduzido por aplicação de calor local, ficando clara durante dígito-pressão. O eritema marginado ocorre em associação com febre reumática devido à infecção estreptocócica do grupo A. Ocorrem geralmente no início da doença, porém podem persistir ou recorrer durante meses. Essa manifestação está associada à cardite, mas não necessariamente à cardite grave.

Referências.

Erythema annulare centrifugum . M. Tye Haeberle

Acute rheumatic fever: Clinical manifestations and diagnosis.  Andrew Steer, Allan Gibofsky

Erythema marginatum rheumaticum. Partha Pratim Chakraborty,  Mandira Chakraborty

Pesquisar